Ainda sem palavras...



Lanternas Queimadas
(Lord Valentine)

Vá, nessa hora de dizer
O que há em seu incerto coração.
Eu ouço sua voz gritando
Mas vejo os seus lábios tão fechados
Cadeados de cautela e eu entendo muito bem.

Vá, nessa onda indiferente
Pois o que há em seu conceito sobre o tempo
é pura perda de tempo.

Você ouve minha voz gritando?
Eu sinto os meus lábios agitados
Cadeados arrombados pela sua indecisão.

Lanternas queimadas são desculpas tão reais
Lanternas queimadas e eu me sinto assim.

Você não vai mais ouvir
Profundas verdades partindo de mim.
Você pensa que eu sou igual e foge
Mas ficar em paz não é dizer adeus.

Que fora ... que fora que você nos deu!

Vá, mas não mande postais.
Vá, mas lembre de me esquecer.
Vá, simplesmente siga enquanto ainda sou seu chão.
Você pisa, acha graça em me ver assim...
Mas já imaginou quando eu sair de baixo de seus pés?
É bom começar a pensar.

4 Pode comentar aqui e surtar junto comigo!:

Deborah disse...

Oi. Achei seu blog. Há tempos não nos falamos. Pelo que entendi dos dois posts últimos, você n ta bem. Ta no Rio? Sei la, a gente pode se ver e conversar. Enfim, vou te mandar meu cel por e-mail (não sei se você ainda usa aquele hot, tem anos que não nos falamos). Nos vendo ou não , quero que você supere o que for que esteja rolando. De verdade. Beijo

Cae disse...

Dri, ta tudo bem? Te liguei ontem pros dois celulares e nada. Ando lendo aqui e to achando estranho,rs. Me ligue se puder. Cuide-se. Ah, vou pra Terê final de semana, quer ir?

A.N.A. disse...

Olá Drix...consegui reaparecer, probleminhas tecnicos me impediram..rsrs.

Pelo que estou vendo alguns ventos frios andam soprando. Se preocupe não logo logo um abraço te aquece.
Se cuide e até mais.
bjs

Anônimo disse...

Linda,você parece ser tão gentil e atenciosa. Os problemas de hoje serão superados em breve.
Um abraço.

FA