Jornalista é igual a um bom chef de cozinha...se cozinhar bem, tudo bem...


Ai me perdoem os jornalistas...mas eu não resisti. Enquanto na faculdade, todos sabemos que existe a tal picuinha entre publicitários e jornalistas, como entre cariocas e paulistas, flamenguistas e vascaínos e assim por diante. Mas vendo a Globo News nesta madrugada, eu tive que rir. É lei: Para escrever não se precisa mais de diploma de jornalista. Ou seja, cabe à empresa exigir ou não o diploma. Que fique claro: a cadeira de Jornalista não será extinta, mas apenas um motorista de onibus que escreva bem, poderá escrever sem necessidade de diploma...

O que é a vida ne? Achei tão absurdo isso, tão surreal...mas venhamos e convenhamos...eu escrevo bem (sem falsta modéstia), conheço publicitários e relações públicas que escrevem tão bem quanto e o mundo acha que não vive sem os textos DE jornalistas. Apesar de ser contra essa banalização da profissão, vi como um tapa com luva de pelica! E tenho dito! Ai se isso vigorasse há anos enquanto ainda estava na faculdade...rsrs..

Ah, só para constar: sou publicitária =D !!!

E outra observação: esta frase do chef de cozinha, não fui eu quem disse não!! O relator do baratinho no Congresso que disse isso em rede nacional!! Apenas transcrevi...que fique claro...

That's all folks!

2 Pode comentar aqui e surtar junto comigo!:

Renata Burjato disse...

Nunca fale de algo que desconheça por completo. Se estuda-se apenas um semestre de Jornalismo saberia que seu comentário é algo lastimável, informação não pode ser comparada com comida, EXISTE RESPONSABILIDADE SOCIAL, EXISTE ÉTICA, EXISTE COMPROMISSO COM A VERDADE. O responsabilidade do Jornalismo é com a cidadania, com a educação de um povo, em alertar sobre o que os líderes, nossos representantes, estão fazendo com nosso dinheiro, que decisões eles tomam por nós, devemos fiscalizar, parar de ter um pensamento acritico, parar de agir como uma massa manipulável, que não consegue perceber que qualquer decisão Suprema, tem sempre uma finalidade, seja ela esconder atos do governo ou deixar a população menos informada de seus direitos.Poderia escrever comentários chulos diante do absurdo de seu pensamento deplorável. Nunca quero desmerecer nenhuma profissão e pouco me interessa se há alguma divergência entre jornalistas e publicitários. Há que haver respeito mútuo. Você não gostaria que eu falasse que para ser Publicitário é preciso ser somente inventivo, não é mesmo?

Drix disse...

Bom dia Renata...me peguei aqui pensando: onde eu desmereci o jornalista. Até disse que achei lastimavel! E é inacreditável a perda de tempo do seu texto enorme e cheio de pompa...quando na verdade, eu não disse nada disso..Mas como gosto de discussões que valham à pena, publiquei seu comentário...Pode ser que amanhã eu não o veja mais como interessante e o tire...mas sinceramente, onde eu menosprezei a função do jornalista?
E perdida está você no mundo se acha que não existe essa rixa (que continuo achando ridicula) entre jornalistas e publicitários.

É isso...ahhh, bem vinda!