Ana Carolina

(foto de algum pedacinho do Jardim Botânico)

Ontem estava conversando sobre Ana Carolina. Lembrava que tinha escutado o CD inteiro e não curti. Aí hoje de manhã fui escutar novamente para reativar minha decisão de ter achado " póstumo". E confirmei. Ele é, como todos, "corta-pulsos". A "Dentro"...Deus...não posso com ela, rs. Deverá ser pulada sempre! A " 10 Minutos" também é phoda. Ou seja, isso que comentei ontem e me repito publicamente: o CD está lindo, BUT, "corta-pulsos". Não tem razão para se comprar. A não ser que você more no térreo. E por favor, se estiver no meio ou no final de uma dor de amor, não ouça! É auto-assassinato! Ana Carolina é assassina-mór de todos nós velho! E tenho dito! Mas vale um pedaço que curti...

Era o tempo me emprestando aquilo que eu não devolveria mais
Era um homem nos meus sonhos me currando sem perdão
Eram duas velhas mortas se arrastando pelo chão
Eu soltava os meus cães em meu peito a soluçar
Abafava os meus gritos, pois não sabia ladrar
Achei que não era eu que fazia minha história andar
Punha a culpa no destino ou em quem estivesse à mão para culpar
E era assim

Hoje em dia não me importo com o que fiz no meu passado
Quero amigos, sorte e muita gente boa do meu lado
E não rebato se disserem por aí que eu tô errado
Porque quem se debate está sozinho ou afogado
Eu, que não fico no meio, não começo e nem acabo
Eu sou filho do amor, não de Deus, nem do diabo
Na ciranda das canções eu me ponho a revezar
Rodando entre as ondas que me puxam em alto-mar
Hoje sei bem que sou eu que giro a minha vida circular
Essa roda, eu que invento e faço tudo nela se encaixar
Eu sou assim




3 Pode comentar aqui e surtar junto comigo!:

Caroline. disse...

Vc tá falando tanto desse cd que vou acabar ouvindo sahasusahasuas
Beijoooo

Anônimo disse...

Concordo plenamente com vc Drix, eu mesma ouvi e ouviiiiiiii rs,
e parecia que já esperava o que
estava por vir... e não ouvi mais...but vale a pena Ana Carolina
entende de dor, traição, mentiras
e ... Arebaba... ufff.
Bjs garota.

Ali disse...

Ouvir Ana Carolina é uma tortura aos meus ouvidos há uns 2 CDs. Eu quero a qualidade de letras, melodias, arranjos, a perfeição de cada nota do primeiro CD dela. Onde isso se perdeu? Entre Madonnas, idiotas que foram amados, Cristos de madeiras, Joanas, janelas, portas e ruas que ela nunca acha? Eu quero "Nada pra mim", "Avesso dos ponteiros", "A câmera que filma os dias", "Eu que não sei qse nada do mar" e até a melancolia de "Confesso", mas o que ainda salva no CD novo são "Resta" e "Entre olhares", de resto é só depressão e mais uma vez, ela falando que comeu o bairro inteiro e pasmem com a mesma linha melódica que acaba parecendo que vc está num sonho infernal onde a trilha sonora é a mesma música.
Juro que tentei, Dri, mas não consigo mudar a minha opinião em relação as coisas que a Ana anda fazendo.
Beijos!