Era preciso...

Martha Medeiros sempre é necessária...então lá vai o trecho de hoje do meu livro fofo " Doidas e Santas"

"Uma mulher é infeliz por ter amor de menos. Outra infeliz por ter amor demais . E o amor injustamente crucificado por ambas. Coitado do amor,é sempre acusado de provocar dor, quando deveria ser reverenciado simplesmente por ter acontecido em nossa vida. Mesmo sabendo que sua passagem tenha sido breve. E se não foi, se permaneceu em nossa vida, aí é o luxo supremo. Qualquer amor merece nossa total indulgência, porque quem costuma estragar tudo, caríssimos, não é ele...somos nós."

0 Pode comentar aqui e surtar junto comigo!: