Play it again, Sam...



Dia destes escrevi para um site sobre o que eu achava de Ana Carolina e Isabela Taviani. Gzuz, foi uma chuva de comentários e , pasmem, até agressões! E no final das contas entre as duas, eu curto mesmo é Zelia Duncan. Enfim, cada um com seu gosto.

E no mesmo site rolava uma enquete (dias contadinhos aí) da melhor cantora. E entre elas estava Maria Gadu. Povo, AMO Maria Gadú, me apaixonei pelo CD e tudo mais..Só que venhamos e convenhamos, equilibrar Gadú com uma Zélia Duncan, uma Simone da vida? É pedir algo além das minhas forças. A menina despontou agora, ta com sucesso pq emplacou duas músicas na telinha global, mas devagar que meu cerebelo é precioso! Ela é ótima, suas composições perfeitas, mas creia...ainda tem é chão!

Outro dia também (indo pra e-music agora) ouvi com detalhes e atenção máxima o set de Junior Peron. ABSURDO de tão legal e gostoso de se ouvir. E aí que eu não curto Guetta? E aí que não vejo nada em Carey? Agora AMO um Isaac Escalante, um Junior Peron, um Robix, um Lapetina, um Carl Cox....enfim, eu não tenho que gostar do mesmo cream cracker que você ok? Se não, o que seria do biscoito de maizena?

Ah, o titulo do post é Play it again, Sam..do filme Casablanca. A gente fala muito nisso, mas rola um erro folks. Essa frase nunca foi dita durante o filme. O que Ingrid Bergman fala é " Play it, Sam. Play As Time Goes By" . Aí escutaram essa frase, sei lá eu porque. E ficou famosa...uma frase que nem existe...mas enfim..segue um pedaço desse tesouro...Casablanca...em PB como tem que ser mesmo!!!





Inté folks!

0 Pode comentar aqui e surtar junto comigo!: