Papo rápido


White: E aí? Como estão as coisas?

Black: Corridas...dormindo tarde, acordando quase tarde (o que me dificulta o tempo)...um saquinho isso.

White: E o Maxi Mídia, como foi?

Black: Não quer ser tosqueada logo numa 5a feira com este céu azul em Salvador n né?

White: Ah tá..esqueci que você não foi? E ontem o evento?

Black: Por que algumas pessoas vão de jeans a um evento social? Eu vivo me perguntando isso....

White: Falta de "lan"

Black: Pois..se eu mostrasse isso a estas pessoas elas perguntariam se é falta de lan house, tamanha a quantidade de coisas estranhas de jeans ontem. Prefiro não comentar...

White: E praia? Rumbora?

Black: Você realmente quer ficar peladinha hoje né? Que praia cara pálida? Com o monte de papel na minha frente, com reunião hoje a partir das 14h até não sei que horas...afff...

White: Humm, você tão mau humoradinha...

Black: Íssima...na real queria ficar em casa vendo o DVD de Cher...seria muito mais produtivo pra minha pessoa estressadinha..E queria pastel da cabana da cely...e queria tapioca do red river..e queria sair com amigos...e queria aprender a beber baldes sem culpa...

White: Tá querendo demais não colega?


2 Pode comentar aqui e surtar junto comigo!:

Resposta no bat canal...

Foi imperioso responder em forma de post um comentário "anônimo" no texto abaixo... Como minha língua coça para falar, voilà!

O comentário questionador foi o seguinte: " Te deixo uma pergunta: Você se arrependeu?
Aliás te deixo duas perguntas: Não foi válido? Aguardo resposta nesse mesmo bat canal.."

Respondo: tudo nessa vida é válido e não é. Explico. Foi válido porque eu corri atrás, eu me apaixonei, eu fiz se apaixonar, eu mudei o ritmo de vida da pessoa...ou seja, se eu não concretizasse ia ficar com o pensamento de " será que daria certo?". Por isto é válido, claro! Odeio sentir medo de fazer qualquer coisa que seja. Então, vou lá e enfrento o bicho. Seja de que tamanho for. Não posso é ficar parada esperando o medo se apossar de mim. Neste caso é válido.

Explico ² : Não é válido quando no final de uma relação que você deu tudo que você podia dar de si (culpa sua que se doou demais a quem não devia), cuidou, deu colo, deu carinho, deu atenção, afeto, prazer, amor (e mais alguma coisa que eu tenha esquecido) você ainda descubra fatos hoje irrelevantes, já que nada você sente, mas que machucam pelo simples fato de você ter se sentido usada. Ou seja, nesse caso, NÃO É VÁLIDO.

E hoje anônimo, pesa muito mais o lado dolorido da situação. Porque é inadmissível que uma pessoa não saiba ter respeito e consideração tão somente por quem a ama de verdade. E é claro que amor não é prisão! Lógico que não. Se você não ama mais, a fila anda. Mas para acabar isso há de se existir RESPEITO e CONSIDERAÇÃO. Só isso que sempre peço as pessoas. Até porque tenho muito essas duas palavrinhas em minha vida. Eu não sou obrigada a ficar com ninguém e vice versa, mas há de existir respeito e consideração por tudo que a pessoa fez com você e por você...só isso! Amor não é obrigação, é sinceridade de pensamentos e sentimentos...

E é por isso que HOJE eu agradeço horrores ao Universo de ver sempre esse sorriso que comentei no texto anterior. Não preciso pedir, não preciso cobrar, não preciso nada..ele vem..tão somente porque é espontâneo. E vem repleto de coisas, sentimentos, palavras e tudo mais que há muito eu não lembrava como era...É por isso que um sorriso destes, mesmo que daqui há um tempo não me toque tanto como hoje, eu vou respeitar sempre! Sem meio termo. Porque quando você recebe o que eu recebo hoje, há de se achar sem validade alguma uma pessoa que conseguiu te machucar tanto quando na verdade a única coisa que você queria receber...era respeito...

Acho que te respondi ...aqui, no mesmo bat canal!

That's it faceless!

0 Pode comentar aqui e surtar junto comigo!:


Depois dessa minha dedicatória de amor ao Rio, acordei , além de toda trabalhada na sinusite, com um certo gás para a montanha de coisas deste mês. E leiam MONTANHA mesmo, sem nenhum tipo de exagero.

Acordei pensativa também..coisa normal em minha vida, eu sei. Mas pensativona eu diria. Nada novo, nenhuma decisão a ser tomada, mas apenas lembrando de situações e de como me machucaram... e de como me mudaram...e de como tudo se transforma sem você querer. Deveríamos ter o botão da amnésia emocional. Para aquelas dores que , só Deus sabe, porquê continuam machucando. Sejam de amores ou de amigos ou ainda de parentes... As dores emocionais, venham de onde vierem. Tenho algumas...e elas vêm e vão, de acordo com a maré. Todas caem no esquecimento, lógico. Só que o caminho é longo até la. E vai doendo, não dá pra não dizer que isso nao aconteça.

A questão é que a lembrança é uma merda! E as vezes você acaba descobrindo coisas que nem sequer imaginava e se pega pensando:"por que essa criatura fez isso? por que essa criatura, depois da puta doação que fiz, se deu ao luxo de fazer isso comigo?" Ontem eu ouvi a seguinte frase: você se permitiu também a isso. E é verdade. Claro que uma grande parte da dor que temos, nós nos permitimos. Porque por qualquer razão que seja, nós nos deixamos levar. Em dado momento isso pára, lógico. Só que até a sua ficha cair, decorre é tempo. E neste caminho , dói ora bolinhas! Não por sentimento que fica, mas por dor mesmo..de ter quase um sentimento de ter sido usada. Quase isso. Um sentimento de " ei, você até que me foi útil pacas.valeu aí" . E como fica você nisso? Não estou falando de retorno ao passado , nem remember the time, mas respeito pelo ser humano, pela pessoa que você foi, pelo quanto você se doou...e aí?

Claro que ninguém tem essa resposta...o que me resta é crer que cada um faz para os outros o que vai receber pra si em algum momento de sua vida..seja agora ou daqui há anos..recebe! E por isso que venho tentando sempre conseguir uma frase que consegui ontem " Eu te adoro" e o sorriso que , por uns 5 minutos, ficou aberto pra mim...simplesmente por nada..apenas porque o sorriso traduzia muito...

Ótima semana folks!

2 Pode comentar aqui e surtar junto comigo!: