Meus amores...


Sempre existirão momentos que você vai ficar down, pra baixo, sem chão, sem nem o fundo do poço. Eles sempre virão. Seja por qualquer motivo: família, amigos, coração ou trabalho...ou tão simplesmente falta de vontade de viver. Nestes momentos cruciais (porque é daí que você sai ou se perde completamente pro mundo), é absolutamente importante ver e sentir que existem pessoas que te acompanham diariamente e que te dão tudo de que você precisa nestes momentos: amor e amizade.

É muito bom poder acordar em plena segunda feira e acreditar que tudo pode dar certo pelo simples fato destas pessoas existirem em suas vidas. Por acreditarem em você, por te amarem sinceramente, por te ligarem só para dizer " oi , tudo bem?". É essencial na vida você ter amor. Seja do seu cão, da sua familia, dos seus bons e contados amigos e da vida! E como faz para ter amor da vida ? Ame-a! Ela com certeza vai saber lhe retribuir prontamente. Ame a vida, use-a, utilize-a, desvende-a...enfim, acesse sua vida e deixe de lado um pouco twiiter, orkut e afins. Adoro tudo isso também, só que é necessário que saibamos que uma tela de computador não vai dizer "eu te amo" no seu ouvido quando você mais precisar....

Obrigada a vocês dois pela força de sempre , pelo carinho presente, pela sabedoria quando to burra, pela amizade constante. Amo vocês ...um monte de grande!


“Estou sentindo uma clareza tão grande que me anula como pessoa atual e comum: é uma lucidez vazia, como explicar? assim como um cálculo matemático perfeito do qual, no entanto, não se precise. Estou por assim dizer vendo claramente o vazio. E nem entendo aquilo que entendo: pois estou infinitamente maior do que eu mesma, e não me alcanço. Além do quê: que faço dessa lucidez? Sei também que esta minha lucidez pode-se tornar o inferno humano — já me aconteceu antes. Pois sei que — em termos de nossa diária e permanente acomodação resignada à irrealidade — essa clareza de realidade é um risco. Apagai, pois, minha flama, Deus, porque ela não me serve para viver os dias. Ajudai-me a de novo consistir dos modos possíveis. Eu consisto, eu consisto, amém.”.


(Clarice Lispector)

2 Pode comentar aqui e surtar junto comigo!:

Pão de Queijo disse...

Rélou my dear =D rs eu ia comentar o seu texto, mas cheguei no trecho da Clarice e *_________*
Meu Deus essa mulher é foda. Amo demais...

"Estou por assim dizer vendo claramente o vazio. E nem entendo aquilo que entendo: pois estou infinitamente maior do que eu mesma, e não me alcanço. " PERFEITO.

Beijão =*

Drix disse...

Estre trecho Pão de Queijo, é o meu momento! Creia..rs