Sim..sou eu..em tiras...



Eu sou uma apaixonada por Calvin & Haroldo. Como sou também uma apaixonada por Garfield. Não, eu não curto Mônica e Cebolinha. Curto Tio Patinhas, mas não o Mickey. Tenho horror ao Mickey. Acho a Margarida sarcástica..gosto disso nela. Minie não tem pulso. E o Pateta? Deus!! É a antítese do que quero ser, por isso AMO. Tem algum psicólogo aí para detalhar a minha personalidade tão estranha? rsrsr

Mas Calvin & Haroldo e Garfield são ímpares para mim...me sinto os tres. Haroldo é a consciência má e pervertida do Calvin. E o Garfield é a consciência má e pervertida dele mesmo! Olha que tudo!

1 Pode comentar aqui e surtar junto comigo!:

Pelas águas do Jardim Botânico...


Esta foto tirei antes do ano novo no meu queridíssimo e amadíssimo Jardim Botânico! Sim, se você ainda não conhece o Rio, creia que vou te levar até lá. Certo como o Vasco da Gama na primeira divisão again, rs.

Estou aqui ouvindo Maria Gadú e Roberta Sá. Fora a titica da Shimabalaiê (é assim que escreve?) que não suporto mais, tudo é bem vindo. E pensando. Aí me deparei com essa foto de uma cachoeira que desagua numa fonte num canto lindo do JB. Pensei: PORRA se eu não for por mim, quem será? Mais ou menos isso..as pessoas te amam? Claro! As pessoas querem te ajudar? Claro! As pessoas se preocupam contigo ? Claro! Mas no frigir dos ovos, só você consegue achar a tal cordinha para sair do poço. É tão solitária essa volta à vida, que nem quem te ama sabe onde o Universo escondeu a tal cordinha pra te jogar.

E tudo é tão fugaz. Tão rapidinho, escasso, raro, suave, sensível...e lá estamos nós reclamando. Ok, não vou falar de vocês..lá estou EU reclamando. Dias de baixo astral, de "que eu faço da minha vida" e hoje veio o clique de que eu preciso desesperadamente de MIM. E que, sinceramente, não sou o tipo de pessoa que se deixa abalar por qualquer investida menor. Ou até maior. AMO uma boa briga estratégica. E to dentro dela. Se muitos pensam que a minha resposta é ficar na minha, sem agressões...acertou! Fico na minha e sem agressões, mas saibam que isto não quer dizer me anular. Entendam como : Adriana está montando alguma puxada de tapete filha da puta! Pois...porque estou!

Que sejam bem vindas as espadas...as coisas começam a mudar...achei a cordinha, to subindo a passos largos o poço...quando chegar na borda , sei não...cuidem-se!

“Sou o que se chama de pessoa impulsiva. Como descrever? Acho que assim: vem-me uma idéia ou um sentimento e eu, em vez de refletir sobre o que me veio, ajo quase que imediatamente. O resultado tem sido meio a meio: às vezes acontece que agi sob uma intuição dessas que não falham, às vezes erro completamente, o que prova que não se tratava de intuição, mas de simples infantilidade.


Trata-se de saber se devo prosseguir nos meus impulsos. E até que ponto posso controlá-los. [...] Deverei continuar a acertar e a errar, aceitando os resultados resignadamente? Ou devo lutar e tornar-me uma pessoa mais adulta? E também tenho medo de tornar-me adulta demais: eu perderia um dos prazeres do que é um jogo infantil, do que tantas vezes é uma alegria pura. Vou pensar no assunto. E certamente o resultado ainda virá sob a forma de um impulso. Não sou madura bastante ainda. Ou nunca serei.”

Clarice Lispector...

3 Pode comentar aqui e surtar junto comigo!:

Meus amores...


Sempre existirão momentos que você vai ficar down, pra baixo, sem chão, sem nem o fundo do poço. Eles sempre virão. Seja por qualquer motivo: família, amigos, coração ou trabalho...ou tão simplesmente falta de vontade de viver. Nestes momentos cruciais (porque é daí que você sai ou se perde completamente pro mundo), é absolutamente importante ver e sentir que existem pessoas que te acompanham diariamente e que te dão tudo de que você precisa nestes momentos: amor e amizade.

É muito bom poder acordar em plena segunda feira e acreditar que tudo pode dar certo pelo simples fato destas pessoas existirem em suas vidas. Por acreditarem em você, por te amarem sinceramente, por te ligarem só para dizer " oi , tudo bem?". É essencial na vida você ter amor. Seja do seu cão, da sua familia, dos seus bons e contados amigos e da vida! E como faz para ter amor da vida ? Ame-a! Ela com certeza vai saber lhe retribuir prontamente. Ame a vida, use-a, utilize-a, desvende-a...enfim, acesse sua vida e deixe de lado um pouco twiiter, orkut e afins. Adoro tudo isso também, só que é necessário que saibamos que uma tela de computador não vai dizer "eu te amo" no seu ouvido quando você mais precisar....

Obrigada a vocês dois pela força de sempre , pelo carinho presente, pela sabedoria quando to burra, pela amizade constante. Amo vocês ...um monte de grande!


“Estou sentindo uma clareza tão grande que me anula como pessoa atual e comum: é uma lucidez vazia, como explicar? assim como um cálculo matemático perfeito do qual, no entanto, não se precise. Estou por assim dizer vendo claramente o vazio. E nem entendo aquilo que entendo: pois estou infinitamente maior do que eu mesma, e não me alcanço. Além do quê: que faço dessa lucidez? Sei também que esta minha lucidez pode-se tornar o inferno humano — já me aconteceu antes. Pois sei que — em termos de nossa diária e permanente acomodação resignada à irrealidade — essa clareza de realidade é um risco. Apagai, pois, minha flama, Deus, porque ela não me serve para viver os dias. Ajudai-me a de novo consistir dos modos possíveis. Eu consisto, eu consisto, amém.”.


(Clarice Lispector)

2 Pode comentar aqui e surtar junto comigo!: