Mães...conheço algumas incríveis!!!


Cau




Meu Quindim a mãe e meu Brigadeiro, a filha



Meu presente do Universo todo



Dia das Mães pra mim é Lojas Marisa, Riachuelo, Zara, C&A e afins. Não me comove. Nunca me comoveu na verdade. Só conseguia tirar algumas lágrimas minhas quando eu tinha lá meus 10, 11 anos e lembrava que não tinha a minha mãe (desencarnou no meu parto). Hoje vejo por outro ângulo. A hora de cada um chega na "hora certinha". Enfim...não estou aqui para falar de mim (me senti uma candidata ao senado agora...ou prestes a cortar alguma fita de uma casa beneficente)

Conheço e convivo com estas três mães aí de cima...a última foto, minha fofa, minha mãe por escolha minha, claro convivo mais. Mas não quero falar de uma por uma. Quero ser direta: são AS mães com quem tenho o prazer e a felicidade de conviver. Cada uma com seus problemas, lutas e dores, mas sempre, eu disse SEMPRE, estão com um sorriso para mim. Até meu Quindim que é de escorpião e por isso cheia das luas como eu, rsrsr.

Pessoas de fibra, de luta, de sorriso em riste, de coração aberto, de maluquices interessantes...parabéns para elas três, em nome de todas as outras. Mas é delas que carrego a imagem do que é SER MÃE. Do que é cuidar, presentear com amor, fomentar caráter nos filhos. É delas que reconheço cada gesto de " Tenho que ajudar meu filhote hoje com a lição"...ou " Ela adora grão de bico"....ou ainda " Minha filha, obrigada pela cama nova...não precisava".

Não sei o que é SER mãe, por mais que eu quisesse (já não carrego mais este desejo tão vívido dentro de mim). Acho que Deus não quis, sei lá porquê...até me deu uma chance, mas perdida. Enfim, a hora é de agradecer ao Universo a convivência que tenho com estas três mães. Elas me deixam embevecida com a qualidade, o carinho, a responsabilidade e a certeza que tem em seus corações de serem mães.

Parabéns a vocês três pelos filhos, pela força, pela amizade com eles, pelas lutas, pelo dia a dia e obrigada por me deixarem participar de suas vidas....

Feliz ANO das Mães!

Bom dia folks!

Obs.: E se a mãe de vocês for o máximo, aproveitem-se do amor dela. A gente nunca sabe quanto tempo tem por perto ....

4 Pode comentar aqui e surtar junto comigo!:

Apenas gosto...




Nada de além mar...apenas qdo estou como estou hoje...gosto de ouvir Fernanda Takai. Sempre gostei dela...sozinha..sem Pato Fu... E acho essas duas musiquinhas lindas na voz dela...







1 Pode comentar aqui e surtar junto comigo!:

Momento café



To no meio de um dia turbinado de trabalho, mas resolvi criar este post rapidamente pra falar mal de mim ou dar algumas características... Pelo simples fato de ter recebido um comentário aqui no blog que me fez rir pencas. Em outras épocas me deixaria vermelha de raiva...mas hoje? Super de boa!

1 - Odeio acordar cedo. O faço por pura obrigação

2 - Cultivo muito preconceito contra gente burra por acomodação. Não falo das pessoas extremamente pobres que não tem acesso a um livro...falo dos acomodados, vagabundos e irritantemente irritantes

3 - Não consigo lidar com pessoas muito, muito mais novas que eu que não tem nada na cabeça. Sim, sou preconceituosa. Papos completamente sem pé nem cabeça e geralmente bobões.

4 - Não acho que um amor faça esquecer um que te deu um pé na bunda. Isso não existe. O que existe é você se reconstruir (mesmo que demore só um mês) para se abrir de verdade pra outra pessoa.

5 - Arrogância não combina comigo. A criatura escreve errado, pensa errado, articula...errado, e ainda se acha a bala que matou John Lennon...tsc, tsc...cultivo pena!

6 - Opinião é que nem nosso estimado CÚ! Cada um tem o seu, do jeito que lhe convier ou do jeito que sua hemorróida o deixar...concordam?

7 - Sou grossa de parto! Sim..devo ter dado na cara da enfermeira com meu cordão umbilical. BUT, só quando pedem isso de mim. Se neguinho conseguir me levar de boa, lindoooo. Se não...sou absurdamente grossa e intragável.

8 - ODEIO que me julguem. Perguntem se fui eu quem fez aquilo ali...tenho bastante peito (literalmente até) para assumir

9 - Não sou otária...me faço de...por isso, observo muito mais do que os "otários" que me tiram por...

10 - Não gosto de Beatles nem de Kiss nem de Rolling Stones

11 - Fico quieta até um certo ponto...quando o ponto envolve algo maior...eu fico caluda. Quando não envolve porra nenhuma...nenhuma porra fica no lugar.

12 - Amo pessoas...e odeio outras com a mesma ênfase e a mesma vontade...

13 - (chegamos ao número cabalístico)... sou gente boa, mas não falem comigo antes do café preto...acordo de muito mau humor!

14 - Acho feeeeio gente que não tem coragem de falar as coisas na minha cara...feeeeio isso..tsc, tsc...ah rumbora lá gente!


Bom, é isso folks! Pra quem é da tarde...Taaaarde! Muito trabalho ainda pela frente... =)

2 Pode comentar aqui e surtar junto comigo!:

Brothers & Sisters definitivamente me faz gritar por dentro...




Sou uma fanática por séries . As mais imbecis ( Friends, TBBT,etc) até as mais sérias e articuladas (House, The Mentalist, etc), passeio por todas. Não gosto de muitas encheções e tal, por isso sou super criteriosa para me viciar, rs.

O meu papo de domingueira, além dos filmes que acabei de colocar aqui embaixo, é família. Pensei muito nisto por esta semana, por dois grandes e graves acontecimentos. E cheguei à uma conclusão: a família somos nós que criamos. Hoje abomino a idéia de ter uma que me é dada. Não quero isso. Por todo o processo familiar sensivel, complicado e hitleriano demais, concluo o que sempre pensei: família é algo que não advém de sangue! Advém de carisma, de empatia, de sinergia, de doação reflexionada. Só...amigos são a sua família. Aqueles de anos, de sentimentos, de carinhos únicos. Esta é a família que a partir de agora eu encaro como sendo minha.

Não tenho mais revoltas...talvez tenha caminhos aqui dentro que tentei tanto percorrer, tentei tanto oferecer ajuda para acompanhar...e hoje to cansada. Não quero mais brincar disso. Admiro a história de B&S porque existe um salutar desabafo vomitado sobre cada perrengue, cada situação incômoda, sempre...eles encontram uma solução EMBEBIDA em amor. Porque existe um real arrependimento, existe uma circunstância interior que grita, berra : "Espera , vamos conversar!"

Sinto falta da grandiosidade de uma mesa cheia de cabeças diversas. Sinto falta dos grandes e longos almoços de semana santa. Sinto extrema falta dos grandes feriados de carnaval, quando todos nos juntávamos em duas casas (que eram vizinhas) para curtir o desfile da escola de samba com churrasco, acepipes e bebidas civilizadamente civilizadas.

Sinto sim..mas não quero me embasar nisso. Acabou! É finito! Nunca mais voltará a existir. É ponto! Porque certas pessoas insistem em pensar que existe algum laço ainda que qualquer dia pode ser mais "apertado"? Não existe!

Minha vida hoje caminha a meu bel prazer , sem culpas e questionamentos. A partir de ontem, cheguei a esta irrevogável decisão: não acredito em famílias! Não estou questionando a de vocês...e se for tudo lindo...tenho uma inveja branca (como diria Zuenir Ventura). Mas é só! Quanto a mim, tenho uma família de duas pessoas que me dão afeto e carinho. E me basta. Uma mesa de Natal de tres pessoas? Me basta. Porque neste dia 24 ou em qualquer outra data familiar, é esta a família com quem troco abraços, com quem rio, com quem brigo, com quem faço as pazes. De resto,...fica no passado. Não guardo rancores, guardo vazios...guardo lacunas...guardo sensações ruins. E como não quero mais isso dentro e à minha volta, é finito!

Minha família hoje são as duas pessoas que me dão suporte. Minha família é Anne, Dé, Déborah, Renata, Livison , Vanessa, Mari e Cau. São meus amores e pra sempre amigos. Minha família é o espelho. É dele que dependo. E só! E assim sigo construindo minha felicidade e pegando os momentos felizes pelo caminho...porque é isso que importa.

4 Pode comentar aqui e surtar junto comigo!:

Que as crianças esqueçam filmes com temas infantis...não são! Creiam!


Hoje foi um dia de descanso MESMO..literal! E consegui ver O Livro de Eli e Alice in Wonderland. Sim, ando lavando a cabeça com filmes interessantes (tirem Alice deste privilégio). O Livro de Eli consegue ser MELHOR que Legião. Ain, sei lá, são duas vertentes muito igualzinhas. Não tem outro objetivo a não ser falar de Deus, de fé, de esperança e tudo mais.

Denzel está insuperavelmente insuperável como sempre. O cara é algo. Mas tenho que dar meus créditos ao meu queridíssimo e amadíssimo Gary Oldman. Desde o primeiro filme de vampiros pós-moderno que apareceu, " Dracula", eu amo este homem. Ele é uma excelência. E antagonista de Denzel então...foi sublime. É algo o filme. Um enredo pra lá de legal, a velha história da perda da fé. Neste tempo de tsunamis, terremotos e tudo mais, interessante esses filmes aparecerem às pencas. Acho coerente, se fizer você parar para pensar apenas um pouco. E , quem sabe, aumentar ou criar alguma fé em você através do raciocínio lógico? Vale ressaltar uma cena pra lá de interessante, quando Denzel passa por uma cena de estupro e diz para si mesmo: "você não tem nada com isso, você não tem nada com isso". Vejam o filme e confiram o simbolismo disso. É mega! Ah, um último "vale ressaltar": a Bete de The L Word, fazendo A personagem!! Muito bem a moça!

A história não tem segredos abissais, crises emocionais insanas, nada disso. Fala da Bíblia e ponto! Incrível...recomendo 567 mil vezes.




Ó Deus como consegui uma decepcionadinha... Esperava absurdamente mais! Sim, filme da Disney...história muito interessante para ser esmiuçada, mas valeu a insanidade blaster de Tim Burton. Chuto que ele levou uma vida de sonhos e promessas a si mesmo, para colocar tudo aquilo na tela. Por ele valeu sim! A direção de arte e figurino são fantásticos!

Johnny Depp se dá mega bem nesses papéis fantasiosos já repararam? Vide Edward, A fantástica fábrica de chocolate e afins. Ele é o + interessante da trama. E vale MUITO ressaltar Helena Carter como a Rainha de Copas. Gente o que é aquela mulher?? TUDO! Super inspirada a atriz, conseguiu transpor perfeitamente a personagem pra telona. Acho que quando estiver com raiva, rola dar um berro " Cortem-lhe a cabeça!"

E não dá pra deixar passar o Beyond, o cão...um fofo. E disse muito mais que o coelho, quem fiquei esperando vááárias coisas. Decepcionei com isso. O Gato ...estiloso, charmoso, mas quieto demais... E o que foi a Rainha Branca...diria quase invisível de tão sem sal...no way!

O melhor de tudo foi ouvir o sotaque britânico por quase duas horas! ADORO! Concluindo...indico e não indico Alice...entrem em equilibrio aí!

0 Pode comentar aqui e surtar junto comigo!: