Em Obra






Hoje eu vi a cena de Adriana Esteves e Cassia Kiss na novela das 19h  e me emocionei tanto, tanto...mas meus olhos estão secos.  Estou fazendo uma obra grande de manutenção em casa...canos que não valem mais de nada, piso que estufou, infiltrações e tudo mais. Estou numa correria louca com isso, com trabalho e com outro grande problema muito particular meu... E agora vendo essa cena que me emocionou tanto por dentro, mas que infelizmente não consegui expressar. Será que minhas lágrimas secaram? Será que meu amor pelas pessoas, pelos cães, pela minha futura horta....diminuiu? Não sei dizer a vocês.

Por MUITAS vezes a vida nos endurece, nos amansa, nos acarinha. Estou naqueles momentos de “ a vida me endurece”.   Hoje mesmo falei à minha irmã de coração (Renata) que quero focar no meu trabalho, que tenho muito ainda a  fazer. Tenho muito a construir para provar a mim mesma que eu posso, porque sou boa no que me predestinei a viver. Não me importam reviravoltas, vinganças, sentimentos ruins, mostrar qualquer feito a qualquer pessoa nesse mundo.  O que me importa agora é viver a minha vida para mim, pelo meu sorriso, pela minha paz interior, para que eu consiga tirar esse jeito duro que vem me acompanhando... porque sei que sou embebida em amor. Adoro acarinhar, ser afetuosa, colocar no colo todos que amo e a pessoa que escolho para dividir e compartilhar o que chamo de “nossa vida”. 

A obra em casa, acabou fazendo uma obra aqui dentro. Me refazendo pensar sobre o quê realmente quero, se vale à pena qualquer sentimento de vingança que eu tenha, se vale à pena tanto de negativo que possa passar pela minha cabeça.  Eu tenho uma mãe de 78 anos...pequenina, fofa... eu não sei quanto tempo ainda de amor que eu posso dar à ela...não conhecemos nosso tempo. E eu quero me estabilizar agora, me equilibrar para dar amor a quem REALMENTE merece meu amor... Li uma frase no Facebook de uma amiga que diz: "As pessoas que você precisa em sua vida são aquelas que provam que precisam de você na vida delas."

Ótimo fim de feriado para todos nós e que Nossa Senhora de Aparecida me acalente o coração e me remeta à paz espiritual...e a todos vocês , claro!  Inté folks!


2 Pode comentar aqui e surtar junto comigo!:

Quando é amor...apenas é!




Para quem não acompanhou a série “Sex & The City”, deixe resumir a história central.  Carrie (a principal) se apaixona por Mr. Big.  Um cara que a enrola por longos seis anos.  Quando ele se toca que é ela que é a mulher certa de sua vida, corre atrás. Só que agora, Carrie está namorando e se muda para Paris... No dia da viagem (que até então, Mr. Big não sabia), ele chega para reconquistá-la definitivamente... E o texto é o seguinte...


Big: Podemos sair amanhã então...

Carrie: Não posso. Hoje vou para Paris...

Big: Paris? Uau! Finalmente você vai tirar férias!

Carrie: Não são férias. Vou me mudar com o homem que estou namorando. Eu estou feliz, ele é maravilhoso. Acabou entre a gente...Adeus.

Big: Ei, ei..espere...como assim “adeus”, Carrie?

Carrie: Simples...adeus

Big: Você vai mesmo morar em Paris? Quando ia me contar?

Carrie: Você tem algum tipo de radar? Toda vez é isso!  “Carrie está feliz! É hora de estragar a felicidade dela”

Big: O que? Não, não. Olhe, eu vim aqui pedir perdão. Porque eu sei agora que errei. E você e eu...

Ela o interrompe aos berros

Carrie: “ Você eu eu”?  Não existe isso!  Você não pode fazer isso comigo de novo. Você não pode brincar comigo assim!

Big: Carrie, escute...agora é diferente...

Carrie: Ah sempre, toda vez é diferente!  Por seis anos, sempre “ia ser diferente”. E nunca foi!  Eu desisto!  Esqueça meu número de telefone...na verdade, esqueça meu nome!  Esqueça que você sabe qual é meu nome..

E ela vai embora e o deixa perplexo na rua... Dias depois, uma das três grandes amigas de Carrie, vai até o antigo apto dela. E ouve as mensagens na secretária. E existe uma de Big dizendo o seguinte:  “ Oi ..sou eu. Sei que você me disse para não ligar mais. Mas ainda estou em NY e nem sei se você vai ouvir isso, mas eu precisava falar. Percebi, depois de tudo que fiz, que neste momento não tenho nada a perder...a não ser você. Eu não posso perdê-la de novo Carrie...eu amo você.”   Charlotte, a amiga de Carrie, emocionada liga para Big marcando um encontro para conversar. Ele vai e dá de cara com as três grandes amigas reunidas...

Big: Bom, eu sei que vocês não gostam muito de mim. E só Deus sabe quantos erros cometi com Carrie. Estraguei tudo, muitas vezes, eu sei disso. Só que agora eu peço o conselho de vocês. A conhecem mais que qualquer outra pessoa no mundo. Ela está em Paris eu sei...namorando.  Mas eu amo..agora eu sei. E se vocês me disserem que eu tenho alguma chance, uma única que seja, eu vou até Paris.  Percorro a cidade até achá-la. Faço qualquer coisa.  Mas se vocês acham que ela está realmente feliz...eu não quero estragar isso, a felicidade que eu não soube dar à ela quando pude... E não insistirei.

Amigas: Vá pegar nossa garota de volta!


E logicamente, ele vai até Paris e resgata Carrie de uma relação que ela “supunha” que estava feliz.  Conclusão disso?  Quando é amor...daqueles de verdade, de alma, de coração, de corpo, de mente, espiritual... ele vence TUDO! Em alguma hora , a pessoa que está errando e colocando tudo a perder por várias vezes, vai se tocar...a ficha vai cair. E sempre vale à pena deixar espaço para um sentimento de verdade...sempre...

Aí embaixo eu pus um vídeo da última cena de Carrie...quando ela já foi resgatada por Mr. Big, já está de volta a NY e amando muito seu grande amor de volta em sua vida...







"Comecei a pensar em relacionamentos...Existem aqueles que te levam a um mundo exótico e diferente. Existem aqueles que não são novidade.  Ainda aqueles que te enchem de perguntas. Aqueles que te levam a um lugar completamente inesperado. Aqueles que te levam longe do lugar onde você começou.  E aqueles que te trazem de volta... mas o mais empolgante, desafiador  e significativo de uma relação, é aquela que você tem consigo mesma.  Por isso, se você encontrar alguém que ame “o você que você ama”...isto sim é maravilhoso!"

2 Pode comentar aqui e surtar junto comigo!:

Não vou fugir...





"Dessa vez não vou evitar dizer o que está na minha cabeça só porque eu sei que minha mente geminiana vai negar no dia seguinte, não fugirei de palavras bonitas porque quem diz não é uma pessoa perfeita, não arrumarei mil defeitos pra brigar contra as novecentas e noventa e nove qualidades, não desviarei meus olhos por medo de ter minha mente lida, não sumirei por medo de desaparecer, não vou ferir por medo de machucar, não serei chata por medo de você me achar legal, não vou desistir antes de começar, não vou evitar minha excentricidade, não vou me anular por sentir demais e logo depois não sentir nada, não vou me esconder em personagens, não vou contar minha vida inteira em busca de ter realmente uma vida.

Dessa vez não vou querer tudo de uma vez, porque sempre acabo ficando sem nada no final.Estou apostando minhas fichas em você e saiba que eu não sou de fazer isso. Mas estou neste momento frágil que não quer acabar. Fiquei menos cafajeste, menos racional, menos eu. E estou aproveitando pra tentar levar algo adiante. Relacionamentos que não saem da primeira página já me esgotaram, decorei o prólogo e estou pronta pro primeiro capítulo. "

Obs.: É um texto de Caio F. Abreu...que eu amo... E troquem o geminina por escorpiana, por favor, rsrs... E eu nunca nego no dia seguinte... =] 

0 Pode comentar aqui e surtar junto comigo!:





Momento 1 do filme :  Ela deixa um recado no celular dele antes de ir para o hospital... “Oi..sou eu. Não achei que isso ia ser tão difícil. Agradeço a Deus por você ter aparecido em minha vida. Porque você me mostrou como ser a pessoa que eu sempre desejei ser. E nem mesmo estou te desejando crédito suficiente, porque até te conhecer, eu não tinha ideia de quem eu poderia ser. Então, se cuide e tente não se apaixonar de novo, jamais... Sim, eu to brincando. Mas eu te amo...”

Momento 2 do filme: (ela já desencarnou e fala para ele) “ O que eu não daria para experimentar só mais uma vez...Para sentir aquela sensação incrível de estar viva...quando ele me via”

Não preciso falar para vocês que chorei litros. Mas o filme, como um todo, é tão parecido com minha vida , neste momento dela.  Quando você menos acredita que pode amar de novo, porque vem machucadíssima de uma relação anterior, ei-lo...o amor na sua frente. Isso aconteceu comigo há dois anos. E eu quase me neguei a acreditar que podia amar e ser amada novamente...mas briguei comigo mesma e consegui. O filme é mais ou menos isso ... uma pessoa que descobre um problema de saúde e no meio do turbilhão, encontra o amor real...de verdade...daquele que a gente quase toca de tão real que é...  Antes ela se esquivava de todos por puro medo de sofrer. Daí encontra esse cara... e é lindo o jeito que ela consegue bradar aos 4 ventos que o ama. Lindo. Primeiro ela o rejeita , por causa da doença, por causa do medo de sofrer...depois ela se toca se ainda tem um tempinho aqui na terra, tem que ser com um amor de verdade, real, completamente sintomático.

E é isso... Ontem conversava com uma amiga, uma nova amiga, e falava: “ Não sei o quê exatamente muda dentro da gente...mas a cada fase de nossa vida que não acaba bem, algo muda. Algo se trinca, algo esmorece. Mas não quero jamais perder a minha essência...que é amar despudoradamente. Sem entraves, sem enlaces com o passado e com o quê o passado possa ter me causado. Não consigo imaginar a Adriana sem amor...ou simplesmente vivendo uma relação sem tantas emoções, sem muitos sorrisos internos.”  É exatamente isso...quando você entra em uma relação só porque “aconteceu” e com o tempo vê que nada casa, porque seu amor ainda existe lá dentro... como faz? Não sei... eu não sei. Adoraria explicar isso para vocês do jeito que eu entendo ou tenha vivido, mas não sei... Apenas posso dar certeza que NUNCA  entrei em uma relação para fugir de alguém , porque “aconteceu”, porque agora é o que eu “acho” que quero pra mim... Independente da pessoa folks...não se trata aqui DA pessoa nova. De forma nenhuma. Ela pode ser fantástica...mas mesmo sendo tudo de bom, o que representa sua essência, o que você realmente sente aí dentro, é outra pessoa. E ninguém (pre)enche lugar de ninguém... Tudo é um ciclo.  Enquanto o amor não dá a volta completa em torno de si mesmo, ele fica ali...te lembrando que existe, que não quer morrer, porque ainda tem que viver.

That’s all folks...  

6 Pode comentar aqui e surtar junto comigo!:

E quem tem medo de romance?





"Uma das melhores coisas de se viver em NY, é que você não precisa adoçar seus sentimentos.  As nova-iorquinas se acomodaram a uma vida sem gosto? Aceitamos Tasti Light ao invés de sorvete de verdade...e-mails em vez de canções de amor...piadas em vez de poesias... Por isso não conseguimos enfrentar o romance que surge em nossas vidas?  É algo que aprendemos a digerir ou nos tornamos alérgicos a ele? "

(Carrie, em The Sex & the City)

Sempre revejo a série e me pego em certos comentários e frases de Carrie... este pensamento foi um deles. Hoje em dia conheço algumas pessoas que tem sim medo de romance. E outras pessoas que lidam com um amor com total falta de romance. São duas coisas bem distintas, mas será que lá no fundo não são iguais? Será que as pessoas que não incluem o romantismo na relação não tem a mesma visão das que tem alergia a romance?  É uma pergunta de várias respostas, creio...

O que eu acho? Que adoro um romance, adoro uma relação e sinto falta quando não tenho em minha vida. Claro que estou falando de pessoas incríveis (do jeito que eu acho incrível o ser humano), que acabam por representar MUITO em minha vida. É aquela pessoa pela qual eu consigo fazer de um tudo nessa vida. É esta pessoa que quando encontro, tenho vontade de dar todo meu maior romance.  Porque como disse ontem: Amar é e será sempre necessário...além de muito bem vindo! 

That's it folks....

0 Pode comentar aqui e surtar junto comigo!:

Eu quero “poder comprar meus sapatos”




As diferenças são inúmeras entre eu e minha vizinha...entre você e eu...entre eu e Timóteo Cabral de Cordel Encantado... inúmeras diferenças. E quando a vida segue, você acaba por mudar. Coisas que você disse que jamais seria ou faria...alááá você fazendo! E é normal, é absurdamente “curso do rio”. A gente muda! Graças aos céus!

O que realmente me incomoda é a total falta de sensibilidade de algumas pessoas.  Se eu não tenho filhos (não foi por falta de “querência”) e posso comprar sapatos, porque eu sou vista como “aquela que não tem vida séria”?  Só porque eu   não tenho que comprar fraldas e posso comprar sapatos? Existe um equilíbrio de pensamento nisso? Ou só eu que estou invocada?

Ter uma nova vida, não quer dizer que você tem uma vida mais difícil ou dura que a minha. E vamos partir do pressuposto que eu NÃO QUERO ter uma vida mais dura do que a de ninguém. Muito pelo contrário. Mas algumas pessoas gostam de se sentir sempre no lugar de “coitadas/vítimas/eu me viro pra viver/”.  E resumem isso com : minha vida é muito mais séria que a sua... Ah tá...tudo é medido a partir do momento que você assume responsabilidades diferentes das minhas? E quem disse que você sabe quais são as minhas responsas diárias? 

O que pra mim é fútil, para você é super importante! E vice-versa. Infelizmente... Ou não...talvez sejam essas diferenças que, por outro lado, juntem tantas pessoas que vivem histórias lindas. E falo de amigos também...não só de relação amorosa. Só que estou tratando do que é importante pra mim e não é pra você....do que é importante pra você e que se trata de futilidade pra mim... Tem que existir respeito, eu acho. As várias e inúmeras diferenças tem que ser respeitadas. Então, deixem-me comprar meus sapatos enquanto alguns de vocês se preocupam com o material escolar do filhote... E quem te garante que eu não queria o inverso dessa situação?  

Obs que cabe aqui: o lance dos sapatos e filhos foi só uma metáfora para exemplificar o que eu queria falar... Não, eu não estou apaixonada por nenhum par de saltos. Apesar de adorá-los!  =] 

0 Pode comentar aqui e surtar junto comigo!:

Indico

 


 Sim, todos vocês sabem que AMO séries. E como ando morta de saudades de Friends e Sex & the City, me resta procurar outras.  A Teen Wolf é adolescente, mas é tão fofinha. E adoro coisas de vampiros, lobisomens, bruxas e afins.  Alphas já é meio super-herói, mas mexe muito com a psiquê humana. Vale... E Harry's Law é fantástica! Séria, engraçada, autêntica.... Tá que adoro séries de advogados, então desconfiem de mim....mas vale mega à pena!





 

0 Pode comentar aqui e surtar junto comigo!:

Linda...linda...

Jura que precisa falar mais alguma coisa depois dessa música?...



0 Pode comentar aqui e surtar junto comigo!:

Paixão e amor...




Ontem pensei muito nisso: você ama e se apaixona depois ou vice versa?  Não dá para bater um martelo. Não mesmo!  Vivi duas relações com as quais amei antes de me apaixonar. Estranho ne? Mas foi... Duas pessoas que amei de cara (modo de dizer...demorei um tempo). Se eu pensava em cama? Sim, claro, mas não era o que me conduzia na verdade. O que me levava aquelas pessoas era o sentimento, o papo, a confiança, a vontade de confiar todos os meus pensamentos. Quando conheci, quer dizer, quando olhei frente a frente que as borboletas foram voar dentro do meu estômago. Aí eu vi que estava apaixonada. O que me uniu aquela pessoa foi amor mesmo. Por mais louco que possa ME parecer , foi isso que aconteceu por duas vezes em minha vida.  E foram os relacionamentos mais fortes que tive até hoje... tempo não é o caso, mas intensidade é o que conta. Entrega, companheirismo, amizade, cama, tudo... Definitivamente foram os melhores relacionamentos de sempre...

É engraçado como a gente tem o costume de misturar e não entender muito bem quando estamos apaixonadas ou amantes ... Por vezes é mesmo!  Na minha vida quando paro pra pensar: “ Ain Deus, não sei viver sem essa pessoa”, já vou catar um médico. Porque to doida! Sempre vivi sem? Por que não vou conseguir agora? É transmissão de gene é? Sem lógica isso. Posso falar sim: “Ain Deus, vai ser MUITO difícil continuar sem essa pessoa até que TUDO MORRA aqui dentro”.  É fato... você lembra de cada cantinho da relação, de cada sorriso, de cada gargalhada. É uma merda, fato!

E paixão é coisa que acaba ne?  Não venham me dizer que você consegue levar uma relação super de boa porque está super na paixão! Ahhh, não consegue! Paixão termina no primeiro problema que você não consegue superar do outro. É simples e claro como água... E também acho que só amor não segura nada.  Você tem que estar apaixonado por quem ama meu povo! E o tesão que é bem associado à paixão? Como e onde fica? Eu gosto de estar apaixonada e amar aquela pessoa ali. Isso me completa. Não o outro...esses dois ingredientes do bolo que fazem minha festa aqui dentro. Tanto que quando a pessoa me decepciona, a primeira coisa que acaba é a paixão.  Logo depois a admiração que vem muito ligada ao amor. A gente admira quem ama...se não, não ama, concordam? Não somos nós que matamos o amor necessariamente. É a pessoa que amamos que vai escondendo “minas explosivas” no caminho. Infelizmente...

Papo estranho pra segunda..deveria ser pra domingão...but.. Inté folks! 

3 Pode comentar aqui e surtar junto comigo!:

Auto-estima? É com a gente!




Estima é uma coisa que eu, particularmente, necessito das pessoas que amo. E a auto? Devia ser um item obrigatório dentro de todos nós. Porque veja, se você não se ama, não se cuida (de um jeito que nenhum amor ou mãe ou amigo vai conseguir fazer), quem vai fazer isso por você? Ninguém! Acorda meu povo!

O mais legal disso é quando você consegue aumentar essa estima sozinha. Explico: sem necessidade de ninguém dizer que você está mais bonita hoje, que você está mais inteligente agora...blabla! O interessante, a meu ver, é quando você sozinha (minto..junto com Deus) consegue rever tudo que anda de errado em sua vida. Tudo que anda criando obstáculos para que você se sinta tudo de bom para si mesma! 

Passei por N coisas na adolescência/juventude. Coisas que poderiam me marcar para sempre...quase acabar com minha auto-estima. Só que nunca me "agarrei" a estas coisas chatas para que minha vida circulasse em volta delas. O fato é que, se realmente tivermos vontade aqui dentro, vamos conseguir sim uma auto-estima imensa sem ajuda de terceiros. 

Hoje em dia, depois de tanta coisa acontecendo ao mesmo-tempo-agora na minha vida, vejo que este é o melhor caminho para que minha auto-estima seja uma coisa que era visita e virou hóspede! 

Inté folks! 

3 Pode comentar aqui e surtar junto comigo!:

Uma solidão que não se explica...



Sempre fui uma pessoa que gosta de ficar só. Meio irritadiça, meio sem saco, sou daquelas que ADORAM ficar sozinhas em casa. Quando digo sozinha falo 100%: sem internet, msn e afins. Gosto de "ouvir o barulho do silêncio" , como falaria a Moça da Cantiga. Gosto de ficar quietinha...vendo minhas séries (sim, sou fanática), lendo livros ou dormindo.  Só que nestes últimos dias uma gripe me tirou da linha... 

A dor de garganta, a febre, a moleza, o dengo...e eu só. Queria tanto um cafuné, um dengo, um colo, uma conchinha...Vem me dando uma angústia de ficar só...não quero me sentir nem estar só. Não tenho medos absurdos de dormir sozinha (por enquanto ainda não to com eles). Tenho medo de não ter com quem conversar quando mais preciso...como agora. Ia sair, desisti...to aqui entregue ao vazio de mim mesma. Tem gente que acha isso tudo de bom, porque é legar para pensarmos, analisarmos tudo em nossas vidas e blabla...mas outras não. Cheguei à conclusão que afastei alguns amigos (ou vários deles). Aí fiquei um período saindo para todos os cantos , todos os dias...para acalmar a minha fome de sorrisos. Acalmei...hoje estou de novo me sentindo só...

Lembro que comentei na hora do almoço com uma amiga que o momento que mais me dói, são os momentos de alimentação...Como cozinho, fico la, sentadinha numa bancada, conversando mentalmente com a TV.  É estranho, sem muito nexo... estou "metida" em uma fase só sem querer estar nela!  Não tenho nenhum problema de dormir só...nenhum! Mas tenho problema em não compartilhar...por isso que sou uma mulher de relacionamentos de longo tempo. Gosto de cuidar por um loooongo tempo...gosto de compartilhar um café da manhã, um jantar (porque almoço quanse sempre é na rua)... 

Sou uma mulher de amores longos, amizades diárias e sentimentos fortes...

Ótima noite folks!

7 Pode comentar aqui e surtar junto comigo!:

Por vezes...




Por vezes eu custo a entender certas situações e “comprometimentos” que a vida tem conosco. Difícil desapegar, desligar, ligar o “off” de coisas que nos parecem tão importantes. Aí a gente luta, luta, corre atrás, tenta provar por A + B para nós mesmos que aquilo ali é que vai te dar todos os sorrisos do mundo. Mas, do nada, você repara que não está dando não...pelo contrário. E sabe quando você nota? Quando você olha para o lado e dá um vazio...quando você chega em casa mega cansada do trabalho e tá tudo oco, quando poderia estar entupido de aconchego... quando uma simples gripe te faz ver e sentir o quanto a solidão “direcionada” está tomando conta de você.  Sabe quando a garganta dói e você só quer “aquele colo”?  Nestes momentos que dá uma tristeeeeza..além da que já te consome horrores. Mas uma tristeza profunda porque ela te faz ver que a linha final ta chegando. Que suas tentativas, todas elas, foram vencidas por um terceiro desejo...um desejo externo, malévolo, egoísta, completamente ruim... Um desejo que conseguiu (até agora) fomentar toda e qualquer tentativa  de voltar ser feliz dentro daquilo que foi quebrado... O que é mais estranho? Seria...o que Deus quer disso tudo? Onde estamos errando e não vemos...e não observamos? Na verdade eu hoje perguntei isso a Deus e disse em seguida: Senhor, quando é que o amor...aquele de verdade...consegue rebater sentimentos tão egoístas e destrutivos? Quando o sentimento vai tomar seu lugar de volta? ... E adivinhem...até agora Ele não me respondeu...  

9 Pode comentar aqui e surtar junto comigo!:

Escolhas...



Como minha querida Maria Inês "reclamou" que estava com saudade das minhas doideiras, resolvi falar por aqui rapidinho...Ausência né? E reza a boa lenda de um blogueiro que um espaço destes só se mantém em alta quando bem atualizado. Me perdoem...falta de tempo e de cabeça. Mas sempre é tempo de falar sobre os assuntos que me vem à cabeça... Escolhas. Sempre temos que fazê-las...uma merda isso! Comigo, quando tenho que fazer uma escolha, sempre é uma situação chata do tipo "ai Deus, será que este caminho vai suprir o que acho de legal no outro?" . Sempre! 

Gosto quando faço essas escolhas bem racionalmente. De um jeito correto...posso até não estar embasada em toooodos os detalhes que deveriam me tirar qualquer dúvida sobre a minha escolha, mas estou sempre completamente influenciada pela minha boa intuição. Minha intuição aliás tem sido uma grande, grande amiga... Consigo sentir o que tenho que fazer e pensar pouco sobre a questão de "é o correto?"...Sempre é o correto...

Super sou a favor que suas escolhas sejam feitas com o coração misturado com a cabeça. Que a sua opção venha sempre com sentimento de sinceridade consigo mesmo. Por muitas vezes são muito difíceis essas tais escolhas, esses dois ou três (ou dezenas) caminhos que sempre são "encantadores de serpentes"... por isso fica a dica: deixe o coração falar um pouco mais alto...e deixe ser guiado...vale à pena! 

That's all folks!

2 Pode comentar aqui e surtar junto comigo!:

Simpatia pelo Diabo

 Assim como não há paraíso que não seja um pouco monótono, não há inferno que seja um pouco excitante. Ou muito excitante. O diabo tenta, o diabo incomoda, o diabo perturba, o diabo veste Prada. Os bonzinhos são ótimos mas tem um guarda roupa neutro demais.

Martha Medeiros

4 Pode comentar aqui e surtar junto comigo!:

Meu maior amor...





Sou de uma sensibilidade besta. Sim, já cheguei a esta conclusão: sou uma abestalhada emocional! Lembrei de um papo sobre filhos que tive com uma grande amiga...e cá estou eu emocionando sozinha...alááá a besta!

Não tenho mais um horizonte de ter um filho. Claro que posso adotar, lógico...falo de tê-lo, senti-lo crescer e tal. Viver essa experiência que penso, deve ser a mais incrível possível desse mundão de meu Deus todinho. Sempre tive um sonho bestão, mas tão meu, tão sincero... Ter uma pessoa que amo ao lado (com tooooodo meu amor), uma casa (nada de apartamento), um jardim bem verdinho , dois cachorros e um filhote fofo correndo por este jardim. Vontade de acordar dia de domingo e todo mundo em cima da cama vendo desenho...tentando tomar café (porque uma criança não deixaria nunca isso acontecer num clima tranquilo, rsrs).

Uma coisa tão simples né?  Sempre achei que fosse... eu sou uma pessoa muito simples...

Inté folks!

2 Pode comentar aqui e surtar junto comigo!:

E quando a gente tem uma bifurcação na alma?



E quando isso rola? Juro que por 70% das vezes eu sei nem como começar a pensar... Em 30% eu já vou diretinho! Hoje foi um dia difícil. Por "n" coisinhas, acontecimentos que vem se montando na minha cabeça. Algumas coisas que eu , sinceramente, não tenho bem como resolver. Por mais que eu queira. Situações que me tiram do eixo literalmente. Eu começo a não saber como pensar e direcionar coisas tão, mas tão importantes na minha vida...

Este não vai ser um texto que no final eu mando uma boa lição de vida para mim mesma e dou a volta por cima, não... Não sou falsa, nem hipócrita, então, não vai ser agora, neste texto que vou conseguir resolver todos os meus problemas e dar minha volta por cima. Mas claro que essa volta vem, logico! Mas , infelizmente, agora não será... E sabe o quê penso? Que se a gente ainda não se livrou de alguma situação ruim, é porque temos algo a aprender, a equilibrar aqui dentro.

E por isso vou dia a dia..é o que tenho pela frente. Não quero pensar no futuro, não quero planejar nada que não seja a compra de uma cadeira para trabalhar porque a minha está que só a misericórdia de Deus, rs. Hoje, depois de dois sustos seguidos aí, parei para ver e aceitar, finalmente, que a minha vida deve ser vivida dia a dia. Não quero saber onde vou passar minhas férias, se vou tê-las, se vou viajar... não quero saber. De toda a salada de frutas que anda a minha vida, tenho duas certezas: uma... só a pessoa que conhece esse segredo sabe...só essa pessoa sabe o quanto este segredo é bonito... e a outra certeza é q de que tudo na minha vida será vivido diariamente. Sem pensar nem no que vai no meu café de amanhã de manhã.

Inté folks!

=*

2 Pode comentar aqui e surtar junto comigo!:

Mudanças...




Sua alma e seu coração são sua casa correto? Pois é... Estou de mudança! Por N razões, por várias coisas que aconteceram, por muitas pequenas mudanças internas que acabaram me tornando apta para uma grande mudança...

Uma coisa que vale para todo mundo...sempre seja sincero, límpido, direto. As coisas podem doer? Claro que sim...podem! Mas isso não inibe o lance do "faça certo". Muitas vezes as pessoas que lidam contigo diretamente, são estupidamente diretas e claras. Por que não sê-lo? Por que deixar que as coisas sejam descobertas de forma errada? Errôneamente? Para que sofrimento? Muitas vezes na vida me perguntei sobre isso: por que deixar de ser sincero se TUDO pode ser descoberto a qualquer momento, por meios inimagináveis e , até, cruéis?

A cada dia vejo o quanto falta de sinceridade, consideração e respeito no trato com o outro. Gratidão é um barato que não é muito a minha... porque se você fez, é porque fez tudo por amor, porque super quis fazê-lo... Então, não é o caso. A questão a qual me refiro é a grande palavrinha da "consideração". Que envolve cuidado, respeito e a tal sinceridade.

Seja sincero...não abra portas para que suas relações (sejam elas de casal, parentes, amigos, whatever) acabem da pior forma possível. Com as pessoas tendo uma péssima idéia sobre quem você se tornou...já que a gente pensa " ei, não socializei com essa pessoa tanto tempo não...não é possível". A pior coisa em uma relação (seja qual for) é a mentira... é a omissão, quando você sabe por A + B que o outro lado pode estar sofrendo com uma situação...

Portanto, estou de mudança...não por "querência" como falaria meu avô...mas por situações que surgiram, que se prostaram à minha frente e disseram: " E aí? Vai ou não vai tomar as rédeas do que te perturba?"

Não entenderam muito? Mas conseguiram tirar a máxima de que consideração junto com respeito é o mínimo? Então, tá otimo...

Inté folks...

=D

5 Pode comentar aqui e surtar junto comigo!:

Mulheres TPM




Escrevo para um blog de 5 mulheres em constante TPM! Massa o espaço! =D
E li agora este último post que fiz... é a minha cara! Posso passar com o que continuo pensando hoje...


Tem dias que




0 Pode comentar aqui e surtar junto comigo!:

Sexo...



Temos várias fases sexuais em nossa vida, já notaram? Ninguém consegue ser certinho a vida toda...ou galinha a vida toda também. Sempre temos fases... um sexo de fases. É absurdamente encantador quando juntamos sexo com amor. Dificil isso... não existem tantas pessoas absurdamente amáveis pela face da terra hoje em dia. Exatamente pela facilidade de "troca", pela injustiça na relação e blabla. Mas quero falar sobre sexo!

OOO troca boa de energia! Diria até, imprescindível! É um estado de espírito, uma forma de troca, um encontro de almas (naquele momento ou não). O mais interessante é quando você não tem a mínima e mais remota idéia de que aquela pessoa ali pode ser mega especial na cama. Essas coisas da vida são muito legais... ruim quando você está com um fogo absurdo e vê que a tal "troca" não vai funcionar nunca. São extremos muito normais de acontecer em sua vida. Quando não dá nada, não te traz um único suspiro de "poxa, e se eu continuar tentando, será que a gente dá certo?", é porque não bateu! E quando dá certo? Do nada!! Nossa, aí é o paraíso.

Não quero falar aqui que o sexo é a mola mestra de uma relação. De forma alguma! Nunca vi dessa forma. Relação para mim é um conjunto enorme de coisas e detalhes. Os detalhes então!!! Mas quando você , sem entender muito, consegue uma troca de energia pra lá de legal com uma pessoa que você não dava sequer atenção... vale à pena observar o que pode vir a acontecer na sua vida... Nada em particular, mas é que estava falando sobre isso ontem e resolvi chegar em casa e conversar por aqui também. Sexo é um encontro de energias fascinante...Melhor ainda se você o faz com quem realmente ama! Aí...sem trocadilhos..é o paraíso MESMO!

Ótima 3ª a todos e juízo nesse finalzinho de carnaval!

=D

2 Pode comentar aqui e surtar junto comigo!:

Porque eu sei amar...



"Jamie : Porque eu nunca liguei pra ninguém ou pra nada...em toda minha vida. E acontece que todo mundo sempre aceitou isso tipo " o Jamie é assim". Então você...ai meu Deus...você.. você nunca me viu dessa maneira. Eu nunca conheci ninguém que achasse que eu era bom o bastante. Até te conhecer. E você me fez acreditar também,...então eu, infelizmente, eu preciso de você e você precisa de mim.

Mag: Não eu não preciso...

Jamie: Sim, você precisa..de alguém que cuide de você. Todo mundo precisa

Mag: Eu vou precisar mais de você do que você de mim

Jamie: Ok, é justo...

Mag: Eu não posso pedir que faça isso...

Jamie: Você não pediu... Em algum universo alternativo como nós dois, só que ela é saudável e ele é perfeito. E no mundo deles só importa o quanto de dinheiro vão gastar nas férias... eu não quero ser uma dessas pessoas...eu quero nós..você...isto! "

É exatamente este o diálogo final de " Amor e outras drogas". Acabei de ver , vou à rua e tive que escrever isso por aqui rapidinho... É absurdo a força que o amor tem na vida da gente. O filme é lindo, me diz tantooo..vi pela segunda vez com outra perspectiva. E me tocou de novo! A conclusão que tenho é: como seria a Adriana sem amor? Nada! Eu já sei essa resposta... amor é um dos pilares que me move, me deixa feliz, me faz sorrir, me deixa tranquila, me dá tesão, me traz momentos felizes...sim, sou piegas, cuido, preservo, corro atrás, protejo, dou cafuné, sinto tesão eternamente, cozinho, quero que a pessoa cresça sempre, ajudo, sou amiga, amante, companheira, Siiiiiiiiiiiim! Não vou fugir disso nunca! E graças a Deus sou feliz e realizada comigo mesma por ser assim... e minha estrada recomeça... e é isso que quero dar a pessoa que eu encontrar e que me olhar com ternura, com carinho... com afeto... porque o amor é construído, embasado, estruturado em muito respeito e admiração... e é isso que procuro de novo... e sempre vou procurar...porque amar e amar e amar é tudo que eu sei fazer!

" A gente conhece milhares de pessoas e nenhuma delas te toca realmente...e então conhece uma pessoa e sua vida muda pra sempre."

4 Pode comentar aqui e surtar junto comigo!:

Ainda falando de cinema...



Incrível Black Swan! Forte, perturbador, irreal, completamente possível...vale ver! Antes dê uma olhada no comentário que fiz sobre o filme!

Black Swan

0 Pode comentar aqui e surtar junto comigo!:

Cinéfilos de plantão...



Para quem curte discutir sobre filmes, postei um comentário sobre o badalado 127 Horas no site Dendê Cultural! Passe por lá e vamos trocar idéias! =D

127 Horas

0 Pode comentar aqui e surtar junto comigo!:

Sumi...




Sumi porque só faço besteira em sua presença, fico mudo
quando deveria verbalizar, digo um absurdo atrás do outro quando
melhor seria silenciar, faço brincadeiras de mau gosto e sofro
antes, durante e depois de te encontrar.
Sumi porque não há futuro e isso não é o mais difícil de
lidar, pior é não ter presente e o passado ser mais fluido que o ar.
Sumi porque não há o que se possa resgatar, meu sumiço é
covarde mas atento, meio fajuto meio autêntico, sumi porque
sumir é um jogo de paciência, ausentar-se é risco e sapiência,
pareço desinteressado, mas sumi para estar para sempre do seu
lado, a saudade fará mais por nós dois que nosso amor e sua
desajeitada e irrefletida permanência.

Martha Medeiros

3 Pode comentar aqui e surtar junto comigo!:

É isso...



"Tem muita gente que se distrai e é feliz pra sempre, sem conhecer as delícias de ser feliz por uns meses, depois infeliz por uns dias.... Viver não é seguro. Viver não é fácil. E não pode se monótono. Mesmo fazendo escolhas aparentemente definitivas, ainda assim podemos excursionar por dentro de nós mesmos e descobrir lugares desabitados em que nunca colocamos os pés, nem mesmo em imaginação. E, estando lá, rever nossas escolhas e recalcular a duração de "pra sempre". Muitas vezes o "pra sempre" não dura tanto quanto duram nossa teimosia e receio de mudar."

Martha Medeiros

0 Pode comentar aqui e surtar junto comigo!:

Sim! Sou sensível!


Do útero de minha mãe, acho que já nasci uma boba sensível. Não que sensibilidade seja bobeira, pelo amor de Deus, mas eu sou demais! As lágrimas me vêm aos olhos do nada... mesmo eu estando feliz...não importa isso. O grande barato é sou sensível e ponto! Por isso eu me machuco tanto com certas coisas que para outras pessoas, é normal. Não vou discutir esse ponto da história aqui, mas precisava fazer um relato rápido...

Esta senhora aí em cima, se chama Dona Alexandrina. Ela é aluna de um cliente meu , uma Faculdade de Terceira Idade em Salvador. Agorinha, fui ver uma questão de trabalho na sala da diretora e me deparei com esse ser fofo! Pasmem: ela está feliz da vida porque esta escrevendo AGORA! Uma letra linda, pouquíssimos erros...COMOVENTE. Conversei com ela, dei parabéns pela letra e sagacidade (e força de vontade) na escrita. Mas tive que sair para chorar... Porque isso me comove de uma tal maneira. Porque me acho burra! Sim, explico... gente, uma criatura destas, nesta idade, tem força de vontade para aprender a ler e escrever! E eu to reclamando do quê mesmo na vida? Este tipo de situação me deixa com raiva de mim... e ao mesmo tempo me deixa mais leve tipo " velho, se não tem remédio, remediado está".

São muitas preocupações, neuras, dores, perdas, faltas...e aí??? Eu tenho um problema físico sério e ele pode pular a qualquer momento e me dizer " Tá reclamando? Então deixa eu te dar um real motivo para a reclamação" . Morro de medo do meu coração se manifestar e largar a nota: " Chega de ficar pelo mundo...rumbora para outras dimensões"... Nem quero...ainda tenho um moooonte de coisa pra fazer...um moooonte de coisa pra sonhar... um monte de coisa pra realizar .

E nisso tudo eu penso: pra que deixar de ser carinhosa, amorosa, preocupada e verdadeira com os que merecem isso de mim? Não tem porquê...por mais que a vida venha me provando que as pessoas podem sim ser insensíveis ou más com você, para quê mudar? Se é a minha essência...se é a Adriana!

E quero muito chegar à idade de Dona Alexandrina, com esse brilho no olho de " EU CONSEGUI...EU TO TENTANDO E TO CONSEGUINDO..." Tocantes esses 15 minutos com ela...





3 Pode comentar aqui e surtar junto comigo!:

Apois...



Este final de semana foi entupido de coisas. Boas e ruins. As ruins a gente tenta deixar de lado... vou me apegar às boas por aqui. Quando do nada vem aquele sentimento de que tudo dentro da nossa vida temos que deixar viver. Seja para o não ou para o sim, as coisas tem que acontecer sozinhas. Por mais angustiados que estejamos, as coisas andam de acordo com o tempo de nossas vidas. E vale a coisa do " deixe ir...se tiver que voltar é porque era pra ser.."

Olhando o mar eu parei para sentir que não quero mais ME machucar. Sim, todos sabemos que não é necessariamente 100% culpa do outro o machucado. Nós que nos deixamos machucar...infelizmente. Culpa da nossa inteligência emocional que por N vezes é falha como o quê! Certo..então chega uma hora que a ficha cai. Você não pede, não espera, mas ela cai. Em todos os setores da sua vida... Por algum motivo (sinceramente? acho que cansaço literal) eu resolvi deixar tudo nas mãos de Deus. Estou apostando que Ele sabe o que possa ser melhor ou pior para mim. Dentro da minha crença neste ser universal, é o que eu começo a introduzir na minha vida...

É complicado? Oxe...horrores! É coisa de dia a dia, de hora a hora. Umas horas no dia você tem sentimentos que você não queria ter mais e tenta segurá-los...umas vezes consegue, outras não. Normal... mas como disse antes: é dia a dia! Quem disse que as coisas tem que ser no sopapo??!! Claro que não! Quando a situação é extremamente dificil de lidar, vale a calma para defini-la ou expurgá-la de sua vida. Não tem outro caminho..e agora to me propondo à calma...calmaria...sossegada calma. Não posso prometer a mim que vai dar certo, mas fico muito feliz comigo mesma de que sou madura o suficiente para tentar.. e isso já vale um novo sorriso. Porque as coisas simplesmente acontecem quando você menos espera... quando você menos acredita que pode ser...

Ótimo dia folks!

1 Pode comentar aqui e surtar junto comigo!:

Apois...



Não vou viver como alguém que só espera um novo amor...há outras coisas no caminho onde eu vou. (...) Momentos que são meus e que não abro mão...

Escuto no silêncio que há em mim e basta...outro tempo começou pra mim agora....
Vou deixar a rua me levar...ver a cidade se acender.
A lua vai banhar este lugar e vou lembrar você.

É.. mas tenho ainda muita coisa pra arrumar.. promessas que me fiz e que ainda não cumpri.
Palavras me aguardam o tempo exato pra falar...(...)

(...) Outro tempo começou pra mim agora....

1 Pode comentar aqui e surtar junto comigo!:

Pois é...



Achei você no meu jardim entristecido...coração partido... bichinho arredio...
Peguei você pra mim como a um bandido... cheio de vícios e fiz assim...
Cuidei com tanta paciência, podei as dores, as mágoas e doenças que nem as folhas secas que vão embora...eu trabalhei..

Fiz tudo, todo meu destino eu dividi, ensinei de pouquinho, gostar de si , ter esperança e persistência sempre... A minha herança pra você é uma flor, um sino uma canção, um sonho, um mar, uma pedra...eu deixarei..
A minha herança pra você É O AMOR CAPAZ DE FAZÊ-LO TRANQUILO, pleno , reconhecendo no mundo o que há em si..

E hoje nos lembramos sem nenhuma tristeza dos foras que a vida nos deu..ela com certeza estava juntando você e eu...

Vanessa da Mata

That's it!

2 Pode comentar aqui e surtar junto comigo!:

Entrelaçado




Esta foto eu tirei apresentando a Lagoa Rodrigo de Freitas a uma pessoa... Tem umas duas semanas que passei por lá a noite...e fiquei olhando exatamente esta árvore. Sim, só tem duas destas em todo entorno da Lagoa... e esta eu fiquei olhando, observando. Repararam como o tronco dela se entrelaça até a copa das folhas? Acho que a vida , quando dividida por duas pessoas que se amam devia ser assim...

Vocês já sentiram aquela vontade (quando longe do seu amor por qualquer motivo) de dividir suas coisas, pensamentos, opiniões...mesmo que você vá levar esporro, mas é um esporro tão acompanhado de carinho depois..que vale à pena. Claro que vocês que amaram muito ou amam demais entendem isso... te toma! Você tem amigos queridos e amados, sim..eles existem! Só que existem horas que só o nosso amor pode nos acalmar, pode nos deixar tranquilos, calmos, sem maiores histerias.

É uma vontade de chorar e falar o que tem te acontecido, o que tem te atormentado, o que passa pela sua cabeça em sua vida profissional, o que te paira na cabeça durante certos momentos. Não, você não quer falar da relação, não. Você quer falar de você para a pessoa que mais percorre seus pensamentos, que mais corre por suas veias, que mais traz você à realidade e , ao mesmo tempo, consegue te levar aos céus só de te tocar...te dar um cheiro... te beijar o pescoço...mesmo que você sinta cócegas... um céu encantador cheio de tesão, carinho e amor...

Tem estas horas nas quais você só precisa de uma coisa da pessoa: dela!

" Saudade não é nada gostoso... No telefone só uma notícia...No telegrama uma poesia...Mande um recado com um abraço forte...num bilhetinho deseje boa sorte... "

1 Pode comentar aqui e surtar junto comigo!: