Por vezes...




Por vezes eu custo a entender certas situações e “comprometimentos” que a vida tem conosco. Difícil desapegar, desligar, ligar o “off” de coisas que nos parecem tão importantes. Aí a gente luta, luta, corre atrás, tenta provar por A + B para nós mesmos que aquilo ali é que vai te dar todos os sorrisos do mundo. Mas, do nada, você repara que não está dando não...pelo contrário. E sabe quando você nota? Quando você olha para o lado e dá um vazio...quando você chega em casa mega cansada do trabalho e tá tudo oco, quando poderia estar entupido de aconchego... quando uma simples gripe te faz ver e sentir o quanto a solidão “direcionada” está tomando conta de você.  Sabe quando a garganta dói e você só quer “aquele colo”?  Nestes momentos que dá uma tristeeeeza..além da que já te consome horrores. Mas uma tristeza profunda porque ela te faz ver que a linha final ta chegando. Que suas tentativas, todas elas, foram vencidas por um terceiro desejo...um desejo externo, malévolo, egoísta, completamente ruim... Um desejo que conseguiu (até agora) fomentar toda e qualquer tentativa  de voltar ser feliz dentro daquilo que foi quebrado... O que é mais estranho? Seria...o que Deus quer disso tudo? Onde estamos errando e não vemos...e não observamos? Na verdade eu hoje perguntei isso a Deus e disse em seguida: Senhor, quando é que o amor...aquele de verdade...consegue rebater sentimentos tão egoístas e destrutivos? Quando o sentimento vai tomar seu lugar de volta? ... E adivinhem...até agora Ele não me respondeu...  

9 Pode comentar aqui e surtar junto comigo!: