Paixão e amor...




Ontem pensei muito nisso: você ama e se apaixona depois ou vice versa?  Não dá para bater um martelo. Não mesmo!  Vivi duas relações com as quais amei antes de me apaixonar. Estranho ne? Mas foi... Duas pessoas que amei de cara (modo de dizer...demorei um tempo). Se eu pensava em cama? Sim, claro, mas não era o que me conduzia na verdade. O que me levava aquelas pessoas era o sentimento, o papo, a confiança, a vontade de confiar todos os meus pensamentos. Quando conheci, quer dizer, quando olhei frente a frente que as borboletas foram voar dentro do meu estômago. Aí eu vi que estava apaixonada. O que me uniu aquela pessoa foi amor mesmo. Por mais louco que possa ME parecer , foi isso que aconteceu por duas vezes em minha vida.  E foram os relacionamentos mais fortes que tive até hoje... tempo não é o caso, mas intensidade é o que conta. Entrega, companheirismo, amizade, cama, tudo... Definitivamente foram os melhores relacionamentos de sempre...

É engraçado como a gente tem o costume de misturar e não entender muito bem quando estamos apaixonadas ou amantes ... Por vezes é mesmo!  Na minha vida quando paro pra pensar: “ Ain Deus, não sei viver sem essa pessoa”, já vou catar um médico. Porque to doida! Sempre vivi sem? Por que não vou conseguir agora? É transmissão de gene é? Sem lógica isso. Posso falar sim: “Ain Deus, vai ser MUITO difícil continuar sem essa pessoa até que TUDO MORRA aqui dentro”.  É fato... você lembra de cada cantinho da relação, de cada sorriso, de cada gargalhada. É uma merda, fato!

E paixão é coisa que acaba ne?  Não venham me dizer que você consegue levar uma relação super de boa porque está super na paixão! Ahhh, não consegue! Paixão termina no primeiro problema que você não consegue superar do outro. É simples e claro como água... E também acho que só amor não segura nada.  Você tem que estar apaixonado por quem ama meu povo! E o tesão que é bem associado à paixão? Como e onde fica? Eu gosto de estar apaixonada e amar aquela pessoa ali. Isso me completa. Não o outro...esses dois ingredientes do bolo que fazem minha festa aqui dentro. Tanto que quando a pessoa me decepciona, a primeira coisa que acaba é a paixão.  Logo depois a admiração que vem muito ligada ao amor. A gente admira quem ama...se não, não ama, concordam? Não somos nós que matamos o amor necessariamente. É a pessoa que amamos que vai escondendo “minas explosivas” no caminho. Infelizmente...

Papo estranho pra segunda..deveria ser pra domingão...but.. Inté folks! 

3 Pode comentar aqui e surtar junto comigo!: